De volta para o Futuro – O filme que atravessa gerações


Por: Patrick Duarte

Quem nunca imaginou como seria voltar no tempo para ver algo ou como seria ir até o futuro e ver como ficou sua vida. Quem já teve essa vontade com certeza já deve ter assistido pelo menos um dos três filmes da saga De volta para o Futuro (Back to the Future).

14 - De volta para o Futuro – O filme que atravessa gerações

O primeiro filme, do que viria a ser uma trilogia, foi lançado em 1985 e nos apresenta o personagem Marty McFly (Michael J. Fox), um adolescente comum da cidade de Hill Valley, Califórnia, que conhece o excentrico, e que viria a ser um grande amigo, o cientista Dr. Emmett Brown (Christopher Lloyd). Após um atentado contra a vida do Dr. Brown, Marty acaba fugindo dos assassinos em um DeLorean DMC-12 modificado. Esse carro, nada comum, seria a maior invensão de todos os tempos. O DeLorean é uma máquina do tempo. Após criar, acidentalmente, um deslocamento temporal, Marty acaba viajando para o ano de 1955, conhecendo a juventude de seus pais e o algos de sua familia. Todos esses acontecimentos acabam influenciando e desencadeando os eventos a seguir, criando assim, a mais famosa trilogia de todos os tempos.

Com um roteiro leve e cheio de humor, De volta para o Futuro traz uma narrativa simples, sem dificultar a explicação da viagem no tempo e as consequências de alterar fatos já determinados. O envolvimento dos personagens se dá, praticamente, pela relação que eles possuem no futuro, no qual somente o Marty é conhecedor. Não foi muito difícil retratar a época no filme e efeitos visuais, quase, não eram necessários. A grande lição, por trás de uma viagem no tempo, foi que nosso destino é sempre espelho de nossas ações.

O primeiro filme não tinha grandes pretensões não era plano ser parte de algo maior. Mas sua recepção pela critica foi tão boa que o gancho final serviu como uma luva para trama do segundo filme. A ligações, quase que diretas entre um filme e outro, tornam a trilogia uma obra completa, dividida em volumes, separando assim, cada tempo e suas especificações. Momentos clássicos como o solo de guitarra de Marty, a fuga com o Skate voador, ou o duelo no faroeste são coisas que marcaram e ficaram na memória de milhares de fãs.

Desde sua estreia já se passaram 26 anos, e mesmo com todo esse avanço tecnológico na indústria cinematográfica, o filme tem força e funciona muito bem até os dias de hoje.

Se você ainda não assistiu recomendo que procure por ele. Esse é um titulo que vale a pena ter na prateleira de sua casa.

Só mais uma coisa, ainda não fizeram o skate voador? Indústrias do esporte, to esperando!

 

Deixe uma resposta