Vivendo a vontade de Deus


vontade - Vivendo a vontade de Deus

A paz queridos Pensadores! Você já pensou se está vivendo sua vida da forma que acha melhor ou está vivendo da melhor forma, seguindo a vontade de Deus. Hoje vamos falar um pouco sobre esse assunto. Sinta-se a vontade e boa leitura.

Por: Patrick Duarte

Romanos. 12:2 > E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.

1 Pedro. 2:15 > Porque assim é a vontade de Deus, que, fazendo bem, tapeis a boca à ignorância dos homens insensatos;

Antes de iniciarmos nosso estudo vamos definir o que é “permissão” e “vontade”; Segundo o dicionário:

Definição de permissão: Ação de permitir. Autorização, consentimento, licença.

Definição de Vontade: Nome dado à capacidade de uma pessoa agir com intencionalidade definida.

“Permitir” é o ato de que mesmo que não seja de sua vontade fazer, há a necessidade de ser feita. Um bom exemplo do nosso cotidiano é o transporte público. O ônibus está lotado e uma pessoa pede licença para passar. Você sabe que está lotado e será difícil a locomoção, mas mesmo assim você se espreme para que a outra pessoa possa passar. Não era sua vontade, mas permitiu que ela passasse. A “vontade” é quando realizamos algo sabendo o resultado, um simples exemplo é quando apertamos o interruptor para acender a lampada. E ação de forma pensada.

Um termo que é comumente usado entre todos, cristãos e não cristãos é “se Deus quiser”. O problema está exatamente ai: como saber o que Deus realmente quer para você?

Às vezes perdidos em pensamentos buscamos por revelações, sonhos, ou alguma outra forma para que “um caminho” seja mostrado em nossa frente. Por muitas vezes querendo – desesperadamente – fazer a vontade de Deus acabamos não escutando a Tua voz e aí nos perdemos. E alguns ainda culpam o Senhor pela resposta “não revelada”.

A dúvida que pode surgir é: Eu não posso fazer o que eu quero? Deus não me deu o livre arbítrio? A resposta é simples é clara: Sim!

Você é livre para fazer o que quer, da maneira que achar melhor, mas aí é que reside o problema.

Leia essa pequena história: Um dia, um jovem viu em uma vitrine, um belo par de tênis vermelhos, que lhe agradaram ao olhar no mesmo instante. Seu pai, antigo e excelente sapateiro, sabia diferenciar e reconhecer um bom calçado de um ruim só de olhar. Então ele disse ao filho: – Esse tênis vermelho é muito bonito mesmo, mas ele irá estragar e rasgar muito fácil. Por que não leva aquele tênis azul, ele também é bonito e vai durar muito. O filho imediatamente retrucou: Não! Eu quero aquele, o vermelho. Seu pai mais uma vez tentou convencê-lo explicando sua experiência no oficio de sapateiro, mas nada adiantou. Seu pai triste pelo filho não ter lhe dado ouvidos comprou o tênis vermelho e disse: – Você o escolheu, não venha me culpar ou reclamar depois. Em menos de 2 semanas de uso o sapato rasgou se abrindo todo. O filho chorava, pois teve que andar descalço no asfalto quente, seus pés estavam totalmente queimados. Seu pai, por compaixão a dor do filho, cuidou de seus ferimentos e disse: – Se tivesse me escutado não estaria ferido.

 

Deus tem um plano perfeito para sua vida, para que não sofra e seja feliz, mas se você não quiser escutar e seguir seus conselhos, Ele não irá te obrigar. Ele “permite” que seja realizada sua vontade humana, mas lembre-se: Ele não estará nesse negócio com você.

Para vivermos a vontade de Deus primeiramente:

 1º Devemos conhecer a Deus;

E Jesus clamou, e disse: Quem crê em mim, crê não em mim, mas naquele que me enviou. E quem me vê a mim, vê aquele que me enviou. Eu sou a luz que vim ao mundo, para que todo aquele que crê em mim não permaneça nas trevas. E se alguém ouvir as minhas palavras, e não crer, eu não o julgo; porque eu vim, não para julgar o mundo, mas para salvar o mundo. Quem me rejeitar a mim, e não receber as minhas palavras, já tem quem o julgue; a palavra que tenho pregado, essa o há de julgar no último dia. Porque eu não tenho falado de mim mesmo; mas o Pai, que me enviou, ele me deu mandamento sobre o que hei de dizer e sobre o que hei de falar. E sei que o seu mandamento é a vida eterna. Portanto, o que eu falo, falo-o como o Pai mo tem ditoJoão 12:44-50

Quando queremos conhecer uma pessoa, seja para fazer uma nova amizade, por necessidade de um novo emprego ou grupo, buscamos saber seus interesses, o que faz e como faz. Assim também deve ser em relação com Deus. Para isso precisamos conhecer a revelação que ele fez de si mesmo na pessoa de Jesus Cristo e através dos milhares de anos.

Onde podemos buscar essas revelações e conhecer a Deus e sua palavras? Nas escrituras sagradas. Ler a bíblia é o primeiro passo para nos identificarmos com Deus.

Quando esta precisando de uma dica ou conselho, você pergunta a alguém que não conhece, que nunca viu? Você mantém um relacionamento com pessoas que não conhece?

Se você deseja cumprir a vontade de Deus para sua vida, comece pelo “conhecer” ao Senhor.

Mas conhecer ao Senhor é somente o primeiro degrau para um relacionamento verdadeiro de amor.

2º Ter Intimidade com Deus;

Alguns podem afirmar que conhecem a Palavra e a Deus. Eu até concordo que várias pessoas conhecem – e muito – a Bíblia, mas quantos desses realmente vivem uma experiência de intimidade com o Senhor.

Quantas pessoas passaram pela sua vida que você pode realmente chamar de amigo? Contar segredos, chorar, pedir ajuda? A amizade é construída pelo conhecer, pela confiança, pelo amor. Não é algo que nasce de um dia para o outro. É um processo.

Deus quer que você seja intimo dEle, que conte suas necessidades, que o procure para compartilhar tudo que somos e o que temos. Deus quer ser seu melhor amigo.

Ser intimo de Deus está longe de somente ler sua palavra, fazer trabalho como tocar, ser obreiro ou ir à igreja.

Mas deixarei claro que, ser intimo de Deus não é só se considerar amigo dEle. Para isso algumas mudanças devem ser feitas em nossas vidas.

 

*Buscar a face de Deus

A atitude de querer conhecer, buscar e sentir a presença do espírito, deve partir de você. Aquele que tem intimidade com o Senhor busca ter uma vida santificada, vivendo na presença de Deus e tornando-se um ser renovando todos os dias.

Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós. Tiago 4:8ª.

Clama a mim, e responder-te-ei, e anunciar-te-ei coisas grandes e firmes que não sabes. Jeremias 33:3

 

*Temer não é ter medo

Deus não é carrasco para que tenhamos medo. O temor ao Senhor é respeito, é honrar aquele que governa nossas vidas. Quando tememos a Deus ele nos dá força para vencermos o mal e o pecado não terá força sobre nossas vidas.

Imagine, por exemplo, nosso relacionamento com os nossos pais, não temos medo deles, mas ao ouvir uma advertência paramos no mesmo momento e obedecemos. Nós os respeitamos. Isso é o temor. Alias é mandamento: “Honrar pai e mãe…” Exôdo 20:12

Após o SENHOR vosso Deus andareis, e a ele temereis, e os seus mandamentos guardareis, e a sua voz ouvireis, e a ele servireis, e a ele vos achegareis. Deuteronômio 13:4

 

*Adorar verdadeiramente

Adorar a Deus vai além de hinos e o momento do culto. A verdadeira adoração é através do nosso comportamento, pregar e viver a palavra de Deus, se entregar e permitir que Ele trabalhe em nossas vidas. Através da adoração Ele muda sua vida, te renova, fala com você e diz quais as suas vontades para sua vida.

Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem. João 4:23

 

*Renunciar nossa própria carne

Para que Deus possa trabalhar em nossas vidas é preciso que renunciemos nossa própria carne, ou seja, nossa vontade. A corrupção do homem não permite que a unção, poder espiritual entre na sua vida para promover uma mudança. Sua vontade carnal deve cair por terra para que a vontade de Deus prevaleça.

Porque a carne cobiça contra o Espírito, e o Espírito contra a carne; e estes opõem-se um ao outro, para que não façais o que quereis. Gálatas 5:17.

 

*Quebrantando o coração

Quebrantar o coração é o ato de se humilhar e reconhecer a grandiosidade de Deus. Ser dependente e ter um coração acessível e aberto a Deus. Para alcançarmos isso devemos orar, ler a palavra de Deus e consagrar nossas vidas perante o altar do SENHOR.

Os sacrifícios para Deus são o espírito quebrantado; a um coração quebrantado e contrito não desprezarás, ó Deus. Salmos 51:17

 

*Arrepender-se

O verdadeiro ato do arrependimento é quando há realmente mudança de comportamento e caminhos trilhados. Se o arrependimento não for verdadeiro o peso do pecado pode nos afastar definitivamente do Senhor. O caminho de volta para os braços do Pai é o arrependimento.

Alguns exemplos que podemos encontrar na bíblia acerca do arrependimento estão em Salmos 51 onde Davi mostra seu coração arrependido perante o Senhor e também Lucas 15, na parábola do filho perdido, que se arrepende voltando à casa do pai.

 lerr a biblia - Vivendo a vontade de Deus

3º Obedecer aos mandamentos.

Será que devemos obedecer a Bíblia em todos os momentos? Será que existem alguma situação que podemos desobedecê-la?

Está claro que nos dias de hoje todos querem fazer o que têm vontade, até mesmo a sociedade ensina que você deve fazer o que quiser. Mas nós como servos de Deus não nos encaixamos em tal comportamento. A obediência é a marca de um cristão, é feita com amor por sabermos que Deus tem um plano em nossas vidas. Mesmo em que alguns momentos possam parecer dolorosos o obedecer, o que será que valerá mais no final? Um “jeitinho” para facilitar temporariamente ou a obediência e acreditar nos planos de Deus?

Jesus Cristo é o maior exemplo de obediência a Deus. Ele sabia em todo o tempo o que lhe era reservado no calvário e mesmo na dor e angústia, não desviou seus pés dos caminhos de seu Pai, nosso Deus. Você já parou para pensar se Jesus tivesse desobedecido à vontade de Deus? Já pensou no tamanho do amor que Deus tem por você a ponto de entregar seu filho para a dor e morte.

E o amor é este: que andemos segundo os seus mandamentos. Este é o mandamento, como já desde o princípio ouvistes, que andeis nele. 2 João 1:6

O caminhar de um cristão pode e com certeza passará por várias tempestades e gigantes, mas estando debaixo das mãos de Deus e seguindo sua vontade, nada poderá nos abalar.

Se Deus é por nós, quem será contra nós? Romanos 8:31b.

 

O cristão não deve se esquecer jamais que a fonte da vontade de Deus se encontra na revelação que Ele fez de si mesmo. Essa fonte pode ser encontrada na leitura bíblica.

 

Dentre várias, podemos destacar três vontades de Deus para seu povo.

A vontade de Deus é:

I. Que Vivamos em Constante Comunhão com Ele (1 Ts. 5:16-18)

16-Regozijai-vos sempre.

17-Orai sem cessar.

18-Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco.

(16) Devemos nos alegrar e agradecer sempre, mesmo nas horas de sofrimento. Deus, sempre, está no controle;

(17) A oração é a ligação de comunhão e amizade entre Deus e teu servo;

(18) Você é filho de Deus. Mesmo não merecedor Deus derrama bênçãos sobre os seus.

 

II. Que Mantenhamos Pureza Moral (1 Ts. 4:3-8)

3-Porque esta é a vontade de Deus, a vossa santificação; que vos abstenhais da prostituição;

4-Que cada um de vós saiba possuir o seu vaso em santificação e honra;

5-Não na paixão da concupiscência, como os gentios, que não conhecem a Deus.

6-Ninguém oprima ou engane a seu irmão em negócio algum, porque o Senhor é vingador de todas estas coisas, como também antes vo-lo dissemos e testificamos.

7-Porque não nos chamou Deus para a imundícia, mas para a santificação.

8-Portanto, quem despreza isto não despreza ao homem, mas sim a Deus, que nos deu também o seu Espírito Santo.

(3,4) Santificação: separado, afastado das impurezas da carne;

(5) Afastar-se dos desejos carnais antes do casamento;

(6) Ser justo e verdadeiro, não enganar ou iludir.

 

III. Que Obedeçamos às Autoridades em Nossas Vidas (1 Pd. 2:13-15)

13-Sujeita-vos a toda autoridade humana, por causa do Senhor, quer ao rei, como soberano;

14-Quer aos governadores, como por ele enviados para castigo dos malfeitores, e para louvor dos que fazem o bem.

15-Porque assim é a vontade de Deus, que, fazendo bem, tapeis a boca à ignorância dos homens insensatos;

 

Mesmo que o mundo esteja coberto da maldade dos homens, as Leis terrenas devem ser obedecidas pelos cristãos, afim de não trazer vergonha e escândalo ao nome de Deus.

 

Todas essas diretrizes estão na Bíblia, confirmando que para fazer a vontade de Deus devemos conhecer a Palavra de Deus.

Ora, o Deus de paz, que pelo sangue da aliança eterna tornou a trazer dos mortos a nosso Senhor Jesus Cristo, grande pastor das ovelhas,

Vos aperfeiçoe em toda a boa obra, para fazerdes a sua vontade, operando em vós o que perante ele é agradável por Cristo Jesus, ao qual seja glória para todo o sempre. Amém. Hebreus 13:20-21

Espero que esse pequeno texto possa abrir seu coração para entender que sem Deus nada é possível e que através dEle podemos tudo. Basta viver e entender sua vontade. Deus é fiel para aqueles que são fieis.

Veja Também  Por que Jesus foi batizado se não tinha pecado?

Se caso desejar, leia 1 Pe 4:1-8 para reflexão em sua casa.

Um comentário

  1. […] Na contra mão disso, quando Moisés se cansava e abaixava as mãos, os amalequitas conseguiam atacar os israelitas e vencer a luta. Observando isso podemos entender que, ao abaixar as mãos, o povo perde, mostrando que a dependência de Deus é essencial na vida do cristão. Quando Moisés estava cansado, ele usou uma rocha para sentar e aliviar o cansaço. Deus é tão bom que, quando estamos exaustos, Ele vem como uma rocha para nos dar um alivio, um momento de descanso. Percebam que, apesar de estar sentado, as mãos de Moisés continuavam erguidas. Mesmo exaustos, não devemos desanimar, pois Deus estará conosco e nos sustentará, para que possamos prosseguir e alcançar o alvo da Vontade de Deus. […]

Deixe uma resposta