Saiba mais sobre o aplicativo “Instagram”, comprado pelo Facebook

facebook instagram1 - Saiba mais sobre o aplicativo "Instagram", comprado pelo Facebook

O Instagram, aplicativo que aplica filtros às fotos e as compartilha em redes sociais, teve sua compra anunciada pelo Facebook na última segunda-feira (9), em um negócio estimado em US$ 1 bilhão. Considerado o “aplicativo do ano de 2011″ pela Apple, o programa gratuito para celular e tablet já teve ao menos 30 milhões de downloads. Relembre a história da empresa:

Fevereiro e Março de 2010

O brasileiro Mike Krieger e Kevin Systrom, atual CEO da empresa, criam o Burbn, aplicativo que daria origem ao Instagram. O Burbn era muito “complicado”, segundo seus fundadores, já que era possível fazer fotos, check-ins e planos para o final de semana. Ainda assim, o programa atraiu investimentos de US$ 500 mil.

brasileiro instragam - Saiba mais sobre o aplicativo "Instagram", comprado pelo Facebook

Outubro de 2010

O Burbn é repensado e acaba se transformando no Instagram, que aplica filtros às imagens e as compartilha em redes como Facebook e o Twitter. O aplicativo, então apenas disponível apenas para usuários de aparelhos da Apple, acaba se tornando uma rede social: é possível curtir e comentar as fotos de amigos. “Era 12h15, do dia 6 de outubro e nós tinhamos trabalhado no aplicativo sem parar, dia e noite, por oito semanas. Com um pouco de hesitação, eu cliquei no botão que lançou o Instagram na App Store“, descreveu Systrom, poucos meses depois.

Novembro de 2010

O “Business Insider” afirma que o Instagram levantou uma rodada de financiamentos avaliada em US$ 20 milhões. No mesmo mês, a equipe da startup se expande para quatro pessoas e se muda para um antigo escritório do Twitter, em San Francisco.

Dezembro de 2010

Instagram chega ao marco de 1 milhão de usuários em apenas três meses no mercado. “Foi recompensador ver as pessoas adotando o Instagram como sua nova casa em seu iPhone. Acreditamos que isso seja apenas o começo”, disse Systrom, no blog da empresa, na ocasião.

Setembro de 2011

Depois de um ano no mercado, o Instagram anuncia uma série de mudanças em sua estrutura e a chegada de quatro novos filtros aos usuários –os novos efeitos são batizados de batizados de Amaro, Rise, Hudson e Valencia. Outra grande mudança aconteceu na interface da câmera. “Estamos trazendo um upgrade completo à nossa câmera”, disse a equipe da empresa, em seu blog oficial. O tamanho das fotos tiradas aumentou de 612×612 pixels para 1936×1936 pixels (no iPhone 3GS, o novo tamanho é 1536×1536 pixels).

Dezembro de 2011

Apple coloca o Instagram no topo da lista de favoritos de 2011 e o elege como “aplicativo do ano para iPhones” da sua App Store. No mesmo mês, Kevin Systrom afirma ao site Cnet que parte de sua equipe está focada na criação de uma versão do aplicativo para o sistema Android, do Google, um dos mais populares do mundo. A ideia da companhia é aumentar seu número de usuários, para pode arrecadar dinheiro em publicidade no futuro. “Obviamente, nós não começamos um negócio para não ganhar dinheiro”, disse Systrom na ocasião. “Nosso foco agora é aumentar a rede. Você realmente precisa estabelecer a rede, ou nenhum anunciante irá se importar”. De acordo com o site “Huffington Post”, o aplicativo já tinha 15 milhões de usuários.

Janeiro de 2012

A equipe do presidente Barack Obama cria um perfil para sua campanha no Instagram. A própria equipe do aplicativo deu as boas vindas ao presidente. “Estamos felizes de dar as boas vindas ao presidente Barack Obama ao Instagram! Estamos ansiosos para ver como o presidente Obama usará o Instagram para dar aos seguidores um aspecto visual do que acontece no dia-a-dia de um presidente dos Estados Unidos”, escreveu Systrom em sua conta. O serviço de compartilhamento de fotos começa a ganhar popularidade como meio de cobrir a campanha presidencial nos EUA, segundo o site “The Daily Dot”, já que jornalistas e outros profissionais de mídia começaram a usá-lo para revelar cenas de bastidores da campanha.

obama - Saiba mais sobre o aplicativo "Instagram", comprado pelo Facebook

Março de 2012

O Instagram anuncia acordo com um de seus principais rivais, o Hipstamatic. Assim, o usuário pode fazer uma foto no Hipstamatic e, em seguida, exportá-la para o Instagram. “Quando nós lançamos o produto, as principais redes sociais eram Facebook, Flickr e Twitter. Agora, estamos vendo uma virada grande na direção do Instagram”, disse Lucas Buick, CEO do Hipstamatic, à “Fast Company”. “Não somos uma rede social, mas nós nos beneficiamos delas.” No mesmo mês, Systrom anuncia que o Instagram já tem mais de 27 milhões de usuários em todo o mundo. O executivo não revelou o número de pessoas que usam o app diariamente.

instagram 001 - Saiba mais sobre o aplicativo "Instagram", comprado pelo Facebook

Abril de 2012

No mês mais agitado da história do aplicativo, o Instagram ganha uma versão para Android e é comprado pelo Facebook em um negócio estimado pela imprensa americana em US$ 1 bilhão. A companhia divulga que já tem mais de 30 milhões de usuários. O Instagram para Android chegou no dia 3 de abril, depois de meses de antecipação para a chegada do programa ao sistema do Google.“Trabalhamos incansavelmente para fazer desse aplicativo para Android algo de primeira classe. O programa para Android traz uma experiência muito familiar a do iOS com o Instagram. Você encontrará os mesmos filtros e a mesma comunidade”, informou a equipe da empresa.

instagram 1 - Saiba mais sobre o aplicativo "Instagram", comprado pelo Facebook

Os usuários do Instagram no Android têm quase todas as funções dos de iOS, com exceção de ferramentas como o “blur”, que deixa algumas partes da foto fora de foco. O modo de seleção das fotos que receberão os filtros também é diferente –mudou a escolha entre uma imagem da galeria de fotos e uma feita na hora. Poucos dias depois, Mark Zuckerberg usa seu perfil no Facebook para anunciar a compra do aplicativo. “Estou animado em compartilhar a notícia de que concordamos em adquirir o Instagram e que a sua talentosa equipe vai se juntar ao Facebook”, disse o CEO da rede social, que teria feito a aquisição com dinheiro e ações. “Por anos, temos focado na construção de uma melhor experiência para compartilhar fotos com seus amigos e familiares. Agora, seremos capazes de trabalhar ainda mais estreitamente com a equipe do Instagram para também oferecer as melhores experiências para compartilhar fotos de celulares com pessoas do seu interesse”, afirmou o CEO do Facebook.

Fonte: G1.com

Veja Também  Dilma Vs. Aécio - Jogo de Luta discute temas de cada candidato

Patrick Duarte

Patrick Duarte, CEO do Blog Pensamento Livre. Jornalista (MTB 0082370/SP). Adorador e escritor. Músico e Professor na Escola Bíblica Dominical (AD – Taboão). Piadista nas horas vagas. Acima de tudo, Servo do Deus!!!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: