I’m Not Ashamed (Eu Não Me Envergonho) | Filme relata sobre o Massacre de Columbine sob a perspectiva de uma Cristã


Baseado em uma história real, I’m Not Ashamed (Eu Não Me Envergonho) conta a história do Massacre de Columbine, quando 13 pessoas morreram, sob a perspectiva de uma adolescente cristã. Devido as relatos o filme tornou-se alvo dos ativistas ateus, que por mais de onze meses conseguiram bloquear seu trailer no YouTube.

I’m Not Ashamed recebeu muitos deslikes, que o tornaram mal visto pela equipe do Youtube, proibindo sua veiculação. Críticas fortes de ativistas ateus promoveram esse boicote no YouTube.

 im not ashamed - I’m Not Ashamed (Eu Não Me Envergonho) | Filme relata sobre o Massacre de Columbine sob a perspectiva de uma Cristã

Após o caso ser analisado pela direção da empresa, o vídeo do trailer foi liberado novamente, e agora o filme voltou a ser divulgado. Na última sexta-feira, 21 de outubro, a produção entrou em cartaz nos Estados Unidos. No Brasil, ele será exibido no primeiro semestre de 2017.

De acordo com o portal The Christian Post, os ativistas ateus acusam o filme de “contar mentiras” sobre o lamentável episódio de 20 de abril de 1999, na Columbine Highshool.

Na ocasião, dois jovens fizeram um ataque com tiros, bombas e tanques de gás propano. 12 alunos e um professor perderam a vida, além dos autores do atentado, Eric Harris e Dylan Klebold, que se suicidaram. Além dos mortos, 21 pessoas ficaram feridas no ataque e outras três se feriram ao tentar fugir da dupla terrorista.

A emissora de TV Fox News repercutiu a revolta dos ateus com uma cena do filme, que mostra a aluna cristã Rachel Scott sendo questionada, durante o ataque, se ainda acreditava em Jesus diante daquela tragédia.

Os ativistas ateus alegam que o diálogo não ocorreu, e argumentam que os relatórios dos policiais não mencionam essa questão. “É uma vergonha, pois eles estão apresentando toda a premissa deste filme em torno de fatos que não têm qualquer evidência como base. O que se tem de concreto é justamente o contrário”, protesta um dos sites que reúnem ateus.

Veja Também  Thalles Roberto grava clipe tema do filme “Três histórias, um destino”

No entanto, os produtores responsáveis pelo filme sustentam a história, afirmando que a conversa é encontrada em declarações posteriores de Richard Costaldo, que estava perto de Rachel quando os terroristas abriram fogo.

A atriz Sadie Robertson (“Deus Não Está Morto 2”), que interpreta o papel de Rachel, rebateu as críticas ao filme: “A história do massacre de Columbine é aquela que todos ouvem falar, mas nem todo mundo sabe da história de Rachel Scott. É uma história que precisa ser ouvida”, afirmou.

“Nós nos preocupamos tanto com o que as pessoas pensam de nós e por isso muitas vezes não defendemos o que acreditamos. Rachel, literalmente, deu a sua vida por aquilo que ela acreditava. Como cristã, isso é algo que eu realmente admiro. Eu quero ser parte do povo que espalha a mensagem do Evangelho”, concluiu a atriz

Confira o Trailer:

Fonte: Gospel Mais

Deixe uma resposta