Como devemos Orar? – Os Ingredientes da oração


Por: Patrick Duarte

Nos últimos dias me envolvi em situações que me fizeram perceber : algumas questões que, aparentemente parecem resolvidas, ainda são colunas de dúvidas e incertezas para alguns cristãos, não diminuindo a fé deles, claro.

A questão foi justamente a da ferramenta mais usada pelo servo de Deus, depois da Bíblia. A oração.

comodevoorar - Como devemos Orar? - Os Ingredientes da oração

Questionamentos como: Como orar? O que devo pedir? Como pedir? O que é realmente uma oração?

Nesse texto apresentaremos, de forma simples e objetiva, uma receita da oração, que já está ali, bem definida nas Escrituras Sagradas.

Em Mateus 6:5-8, Jesus fala sobre a oração e das diretrizes de como fazê-la, não se assemelhando aos “hipócritas”. Logo em seguida, no mesmo capítulo, do versículo 9 ao 13 é apresentado um modelo de oração e é exatamente nessa palavra “modelo” que está a chave. Quando trabalhamos – seja no serviço, estudos, ou outra área qualquer – com modelos, eles servem simplesmente para nos apresentar a forma que devemos realizar a atividade ou trabalho, nos dando liberdade de alterar o conteúdo sem que afete o modelo original. Na oração do Pai Nosso é a mesma coisa. Vamos analisá-la e verificar o que aprendemos com essa maravilhosa passagem.

1- “Pai nosso, que estás nos céus”

Referente a quem devemos direcionar a nossa oração. Sempre ao nosso Deus!

2 – “Santificado seja o Teu nome”

Direciona a adoração ao nome de Deus, indiferente do que tenha feito em nossas vidas. Simplesmente pelo que Ele é.

3 – “Venha o teu reino, seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu”

Nos lembra de que sempre devemos pedir para que a vontade de Deus seja realizada, através de nossas vidas.

4 – “O pão nosso de cada dia nos dá hoje”.

Nos lembra que nossa necessidade é suprida por Deus e que devemos pedi-la.

5 – “Perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores”

Todo aquele que está em Deus, libera o perdão. Essa parte nos lembra da lama que vivíamos e que, quando confessamos os nossos pecados, Deus nos perdoou e nos resgatou. E da mesma maneira Ele quer que perdoemos aqueles que nos afrontam.

6 – “Não nos deixes cair em tentação, mas livra-nos do mal”

Referente ao pedido de ajuda para alcançar a vitória sobre o pecado e para nos livrar das ciladas e ataques do diabo.

7- “Porque Teu é o Reino, o poder e a glória, para sempre. Amém”

Simplesmente o reconhecimento da grandiosidade e majestade de Deus.

Com esses “sete ingredientes” temos o modelo de uma oração a Deus. Não devemos nos esquecer de que a oração é uma ato de comunhão com o Pai e que através dela desenvolvemos nossa intimidade com Deus. Ele quer ouvir de nós palavras sinceras, de um coração sincero. Ele se importa com sua sinceridade e com a sua verdadeira adoração!

Veja Também  Super Mario Run | Jogo para IOS redescobre mundo da Nintendo

Deixe uma resposta