Máscaras – Viver pecando ou viver para o pecado?

Por: Patrick Duarte

Você, vive pecando ou vive para o pecado?

Essa pergunta é algo que tenho, nos últimos meses, tentando levar comigo e em meus ensinos, textos e reflexões. Em primeiro momento, ela pode parecer a mesma coisa, mas uma linha tênue as definem de formas diferentes, e isso, faz toda a diferença.

A QUEDA de Adão acarretou na desordem da perfeita criação de Deus. Morte, doenças, pestes e desastres, foram, com o tempo, se tornando cada vez mais comum. E andando ao lado disso, o homem também se tornou cada vez mais afundado em seu próprio ego, o deixando longe de uma relação intima com Deus. Pela misericórdia, fomos restaurados no sacrifício de Cristo Jesus. Sua morte e ressurreição, foram  o marco para uma nova fase, a era da Graça. “Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. Efésios 2:8”. 

mascaras - Máscaras - Viver pecando ou viver para o pecado?
Enter a caption

Sabemos que, mediante a fé, somo livres e salvos, mas por quê pecamos?

“Porque não faço o bem que quero, mas o mal que não quero esse faço. Romanos 7:19”

A queda trouxe essa condição “não-natural” em relação a nossa criação. Éramos perfeitos, em imagem e semelhança a Deus. Mas o livre-arbítrio de Adão trouxe essa “mudança de natureza”. De seres perfeitos, fomos lançados a seres imperfeitos na relação Deus x homem. Dessa forma, não é a nossa vontade que peca, mas sim a nossa carne. Ao sermos libertos pelo Espirito Santo, que nos toca, e nos mostra a condição de prisoneiros do mundo, somos entregues a Cristo, Ele nos aceita e nós imploramos para sermos aceitos. É nesse momento que começa a maior batalha de nossas vidas.

Durante todos os dias, o pecado irá nos rodear, nos chamar. Nesse momento, nessa hora, é que separamos os que buscam a santidade, e os que se rendem a queda.

Você, vive pecando ou vive para o pecado?

O que o cristão tem que ter em mente é que, o pecado, sempre estará presente em sua natureza e no seu meio. Mas,  que nos torna diferente de um mundo corrompido é: Você aceita a sua condição de pecador?

Não muito diferente do que pessoas não cristãs, muitos do que se dizem filhos de Deus utilizam máscaras para esconder sua verdadeira natureza. Primeiro que a nossa natureza é de pecador, não temos dúvidas quanto a isso, mas e quando essas querem aparentar ser mais santos que os seus outros irmãos em Cristo. Costumo dizer para meus alunos da EBD que corram de pessoas que aparentam ser muito santas, que gostam de mostrar que são santos. A maior prova de que somos filhos de Deus e seguidores de Cristo é a nossa vida e conduta, e através disso, as pessoas poderão ver o Cristo em cada um de nós.

Se entregar ao pecado, e viver para o pecado, é aceitar a condição caída e se entregar aos caminhos de satanás. Pecar e não aceitar o erro, não confessar, e ainda gostar e sentir prazer naquilo (prazer em realizar) nós deixa cada vez mais longe do caminho reto que Deus tem para nós.

Viver pecando é algo que TODOS estão sujeitos, inclusive os filhos de Deus. Nós iremos pecar, mas aceitamos essa condição caída? Você aceita essa condição caída, ou luta todos os dias contra a natureza mundana de sua carne? Aceitar a Cristo não quer dizer que seremos super crentes e que nunca pecaremos, mas significa, com toda certeza, que podemos até errar, mas que pela graça da salvação, e pela fé, temos um Deus que perdoa todo o pecado que for confessado e deixado para trás.  Viver pecando pode até fazer parte de alguns dias seus, mas não é parte de quem você busca ser. A santidade está naqueles que lutam até o fim, perseveram e se arrependem. A salvação vem para aqueles que buscam em Jesus a fonte de vida, e assim se tornam discípulos, mostrando ao mundo que o pecado pode fazer parte do dia a dia, mas não faz parte do reino que buscamos.

Se dissermos que temos comunhão com ele, e andarmos em trevas, mentimos, e não praticamos a verdade.
Mas, se andarmos na luz, como ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo o pecado.
Se dissermos que não temos pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e não há verdade em nós.
Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça.
Se dissermos que não pecamos, fazemo-lo mentiroso, e a sua palavra não está em nós. 1 João 1:6-10

E você, vive pecando ou vive para o pecado?

Veja Também  1 Ano de vida - Blog Pensamento Livre

Patrick Duarte

Patrick Duarte, CEO do Blog Pensamento Livre. Jornalista (MTB 0082370/SP). Adorador e escritor. Músico e Professor na Escola Bíblica Dominical (AD – Taboão). Piadista nas horas vagas. Acima de tudo, Servo do Deus!!!

2 comentários em “Máscaras – Viver pecando ou viver para o pecado?

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: