Creed – Nascido para Lutar | 5 coisas que podemos aplicar na vida espiritual


Por: Patrick Duarte

Sylvester Stallone, quando escreveu o primeiro roteiro de Rocky, acreditou em seu potencial como ator e diretor e isso o levou a ser um dos atores de maior sucesso na década de 80 e 90. Após 6 sequências dando vida ao lutador Rocky Balboa, chega a hora de passar o manto para uma nova geração e a partir disso foi lançado o spin-off “Creed – Nascido para Lutar“. O que parecia ser mais um filme sobre um esporte que eu particularmente amo e pratico, o Boxe, o filme trata de uma mensagem de força e coragem que merece destaque. Após assistir ao filme, pude listar 5 coisas que podemos aprender e aplicar em nossa vida espiritual ou cristã, como preferir chamar.

creedtop jpg - Creed - Nascido para Lutar | 5 coisas que podemos aplicar na vida espiritual

1 – FOCO

No começo do filme somos apresentados a um garoto que acaba de perder a mãe, cheio de magoa e ressentimento. Ele é adotado pela viúva de seu pai e consegue ter, enfim, uma verdadeira família. Ao chegar a vida adulta, Adonis “Hollywood”  Johnson Creed (Michael B. Jordan) resolve mudar drasticamente sua vida confortável e ir em busca de seu sonho. Se tornar um pugilista! Em meio ao seu sonho ele encontra diversos desafios que tentam barra-lo, mas seu foco é firme. Ele sabe onde chegar.

Quando estamos em Cristo, é a mesma coisa. Nosso foco é o reino de Deus e todos os dias teremos, em inúmeras vezes, tentações que irão nos atrasar e empurrar para trás, mas não podemos desistir de alcançar nosso Deus. Temos que ter nosso foco sempre em mente!

2 – SEU INIMIGO É VOCÊ MESMO

Em treinamento, Adonis aprende com seu mestre Rocky que, o seu maior inimigo será, e sempre será, ele mesmo. A pessoa que sempre tentará impedi-lo de avançar será ele mesmo.

Em nossa condição caída em pecado, somos totalmente depravados na escolha de recorrer a salvação. Quando o Espirito Santo de Deus nos chama, somos, irresistivelmente, atraídos a sua presença. Nesse ponto é necessário saber que nosso interior, nossa carne, lutará incansavelmente contra nossa nova condição de remissão. Nosso inimigo não será externo, e sim interno. Nossa carne lutará todos os dias contra o espirito.

3 – UM SOCO, UM PASSO, UM ROUND DE CADA VEZ

O desespero, em muitas vezes, nos leva a fazer coisas que nos arrependemos posteriormente. Para evitar isso, Rocky ensina esse estilo de luta para Adonis: “Um soco, um passo, um round de cada vez”.

Você não se tornará um super crente do dia para noite. Você precisará, a cada dia, dar um passo a mais na direção do reino. Um soco a mais no próprio ego e vencer cada etapa da vida, para que no dia do juízo possa apresentar sua fé e suas obras.

4 – PARA VENCER, TREINO CONSTANTE

Sempre existirá alguém melhor do que você. Isso é uma regra na vida. O desafiante de Adonis é um grande lutador, experiente, que já teve inúmeras lutas e vitórias. Para alcança-lo, treinar muito não é o bastante. Precisa de sacrifício, de treinos insanos e diários.

Isso não é diferente da vida do cristão. A oração e a leitura da Palavra de Deus são as duas ferramentas mais poderosas na vida do servo de Deus. Deixar de ler ou de orar resulta em enfraquecimento, abrindo oportunidades para erros e desesperança. Quando deixamos a leitura de lado e a oração para depois, nos afastamos de Deus, que é  o nosso foco e quando percebemos, estamos tão longe, que é difícil de pegar o ritmo de leitura e oração novamente. Assim como uma academia que treinamos diariamente para manter o fôlego em dia, a oração e leitura precisam, primordialmente, estar em dia.

5 – CÂNCER

Sim, você leu certo! Em certo momento, Rocky é diagnosticado com câncer. Sua reação é aceitar e aguardar a morte. Adonis  refuta tal decisão e faz com que Rocky sinta de novo a sede de lutar, mas dessa vez, pela vida.

O nosso câncer é o pecado. Ele está ali, todos os dias, a toda hora, nos incomodando. A diferença é: Você aceita o pecado ou irá lutar contra ele? Precisamos ter força e convicção de que podemos viver e morrer com esse câncer, mas que ele já foi vencido na Cruz, pelo Sangue de Cristo e nós devemos mostrar que temos a força no Espirito Santo para lutar contra nossa condição pecaminosa.

Apesar de ser um filme secular, Creed – Nascido Para Lutar me ensinou muito, e por isso resolvi compartilhar com vocês o que aprendi. Que Deus abençoe a cada um de vocês!

Um soco, Um passo, Um round de cada vez!

Veja Também  Crítica: Homem de Ferro 3

Deixe uma resposta