A voz do Brasil – Se está ruim, também é por sua causa!

Eleições 2012

Por: Patrick Duarte

Além das megas produções cinematográficas e mais uma promessa sem sentido do fim do mundo, 2012 ainda nos reserva mais um fato muito importante: As eleições municipais que acontecerão nos dias 07 e 28 de Outubro. Nesse ano os candidatos se apresentam para os cargos de Prefeito e Vereador, e nós como a população, somos os que tem o poder para colocá-los em tão importante cargo.

A questão é que muitos odeiam a política e não querem nem saber de propaganda, de horário obrigatório nas Tvs e rádios e tudo que está ligado a política. Assim, como alguns de vocês, eu também não aguentava essa época, ficava bravo quando cortavam a programação da televisão – que já nem é tão boa – para passar cada figura prometendo várias coisas. Não via solução para isso, achava que sempre seria o mesmo circo, com os mesmos palhaços. Mas com o tempo, lendo um pouco mais, observando e pensando comigo mesmo percebi que o único culpado pelo que acontece com o governo da cidade ou país é nossa.

Em meio a tanta trapaça, roubo e escândalos no meio político nos tornamos robôs programados apenas para achar que nada tem solução, que todos os políticos são corruptos e que nada vai melhorar. A saúde vai continuar precária, a educação nunca vai desenvolver e o “salário oh!”. Mas pensando assim qual é a nossa resposta contra essa banalização dos governantes? Votar em qualquer candidato que eu sorteio na minha caixa do correio no dia da eleição. Sim, muitos fazem dessa maneira. A falta de interesse pela política é empurrada para nós desde criança, nas escolas não se debate muito sobre o tema, em casa ninguém conversa sobre. Não há definitivamente uma educação que faça as pessoas pensarem e sim uma educação que ensina a ouvir e obedecer. Quanto mais burro o povo for, mais palhaços vão entrar para o circo chamado governo.

Comerciais tentam mostrar que é importante o seu voto, que é um direito seu. Mas um direito que é obrigatório e pode gerar uma multa, na minha concepção é um pouco abusivo. Um povo que já não tem uma cultura política ainda se vê obrigado a acordar cedo, sair de casa em um domingo, pegar fila para votar, com certeza só faz para não ter que pagar multa e não para ver um país melhor. Nem todos são assim, mas a grande maioria está nessa situação, a prova disso é a grande festa que os senhores prefeitos, vereadores, deputados, senadores, governantes fazem com o dinheiro público. Eu defendo a posição do voto ser facultativo para todos, tornando mais sincero o voto dos que realmente querem ver a mudança acontecer e excluindo o voto dos que estão ali somente para “sacanear” os políticos. Quando você faz uma escolha errada, quem paga por isso é você mesmo!

Outro ponto que me deixa indignado são as pessoas reclamarem de várias situações que o governo podia corrigir, como educação, saúde, salário, leis e não estarem nem um pouco afim de discutir ou saber – nem que seja um pouco – do plano de trabalho dos candidatos. Falam que não querem saber de propaganda política mas adoram atualizar suas informações sobre o eliminado da semana no Big Brother e na Fazenda, ou saber se a vilã da novelas das oito já foi presa. A internet hoje é uma das maiores ferramentas de difusão de informação, você pode não estar vendo a TV, mas com certeza estará logado a internet. Uma das ferramentas mais utilizada é a rede social Facebook que poderia ter uma função ótima para todos conhecerem plataformas de trabalho e candidatos. Mas a poucos dias começaram a divulgação da imagem que dizia: Propaganda política no Facebook NÃO! Tudo bem eu respeito sua opinião de querer continuar a ser leigo no assunto, mas continuar a postar foto de cachorro maltratado, criança com câncer, frases de solidão, joguinho do “curti ou compartilha”, ou reclamando da situação da sua classe trabalhista também não vai melhorar em nada a situação. No momento que você posta esse tipo de coisa, para mim, você perdeu total direito de reclamar de postagem sobre política, que é mais importante que saber se eu prefiro suco ou refrigerante.

Tudo na vida é um processo, nada do que você faça ficará somete por ali mesmo. Suas escolhas tem o poder de mudar seu próprio caminho. O interesse para a política deve partir de você mesmo, sabendo que somente assim algo pode começar a melhorar em sua cidade e até mesmo no país. Então pare de reclamar e por a culpa nos outros sendo que a mesma culpa recaí sobre seus ombros.

Veja Também  Lindo! Pai filma trajetória do filho que nasceu com 15 semanas

Patrick Duarte

Patrick Duarte, CEO do Blog Pensamento Livre. Jornalista (MTB 0082370/SP). Adorador e escritor. Músico e Professor na Escola Bíblica Dominical (AD - Taboão). Piadista nas horas vagas. Acima de tudo, Servo do Deus!!! Patrick Duarte Silva

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: